OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Quem acompanha meus textos aqui no Barrete já deve ter percebido o quanto gosto dos escritos de Albert Camus (1913-1960), o franco argelino que escreveu ensaios, romances, peças teatrais, investigações filosóficas, reportagens jornalísticas, entre outras coisas, e que foi laureado com o Prémio Nobel de Literatura. Livros bons não faltam: “O Estrangeiro“; “O Mito de …

Continue reading

O livro “Camus e Sartre: O polémico fim de uma amizade no pós-guerra” (Editora Nova Fronteira, 2004, 399 p.) de Ronald Aronson, é mais do que uma biografia partidária e mexeriqueira tratando de coisas pequenas. Jean-Paul Sartre (1905-1980) e Albert Camus (1913-1960) foram dois pesos pesados da literatura/filosofia/política francesa no século XX. Dois intelectuais muito …

Continue reading

Carla leu o livro todo de Gregório até às 4 da manhã. Refletiu muito sobre o artigo “Suicídio. Alternativa?” No ensaio “O Absurdo e o Suicídio”, o franco argelino Albert Camus (1913-1960) escreve sobre o suicídio. Embora refutasse o rótulo de filósofo existencialista (considerava um escritor do absurdo, apenas), Camus foi verdadeiramente um psicólogo da …

Continue reading