OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“— Eis a minha opinião – declarou, sentencioso, o diretor-geral adjunto. — Passam-se aqui muitas coisas lamentáveis e, aliás, não é de hoje. Muito eu teria a dizer sobre erros cometidos nos dois últimos anos, mas vou me ater aos acontecimentos atuais. Uma pessoa nesta empresa zomba do mundo. Escreve um texto estúpido, imprime-o e …

Continue reading

O romance “Casei com um Comunista” (Companhia de Bolso, 1998, 373 p.), de Philip Roth, é um livro soberbo. Advirto de antemão que é bom conhecer um pouco a história dos Estados Unidos após o fim da II Grande Guerra, pelo menos ter uma noção do que foi o macarthismo na sua obsessão pela caça …

Continue reading

“As massas sempre estiveram presentes na história da humanidade, mas não eram massas indóceis, massas que não aceitavam mirar-se no exemplo dos notáveis. Homens medíocres, mas convencidos que se bastam; homens limitados que se julgam guias da sociedade; homens cujo conhecimento se limita a um estrito campo do conhecimento, mas que se julgam sábios; homens …

Continue reading

“A seleção natural é a solução verdadeira. É a única solução viável já sugerida. E não é apenas uma solução viável, é uma solução de incrível poder e elegância” “Deus, Um Delírio” “Deus, Um Delírio” (Companhia das Letras, 520 p.) de Richard Dawkins, lançado em 2006, é um livro divertidíssimo. Em estilo provocante e por …

Continue reading