O BARRETE

Porque A Arte Somos Nós

Associamos muitas vezes os blues aos campos de algodão do sul dos Estados Unidos, com muito suor e trabalho, mas “Blue Collar” vem desde já dar um toque mais moderno e electrizante, industrial: uma fábrica de automóveis onde metade dos seus trabalhadores são negros, a outra metade brancos. Todos americanos, todos sindicalizados. Salários baixos, orçamentos …

Continue reading

No seguimento do primeiro top 5 que fiz, e como tão cedo a quarentena não deve terminar, reuni mais um grupo de recomendações que pode aquecer o espírito nestes tempos de incerteza que vivemos. Assim podem manter afastado o Sr. Covid-19 enquanto se riem em família, em conchinha com o parceiro ou na profunda solidão do vosso …

Continue reading

Entusiástico, cativante e tecnicamente fascinante, este não é um daqueles filmes de época que está destinado a colher pó na prateleira. Não fosse “A Favorita” realizado por um dos cineastas mais distintos e qualificados do momento: o grego Yorgos Lanthimos. Desde “Canino” (2009), onde se destacou pela primeira vez, o seu trabalho envolveu-me nos traços chocantes, absurdos e ambíguos que …

Continue reading

O ser humano está condicionado a temer o desconhecido. Um exemplo clássico é o escuro, um espaço onde a percepção falha e a dúvida é permanente. Outro exemplo é a natureza e toda a estranheza que dela advém. “O Monstro da Lagoa Negra” é o filme onde o realizador Jack Arnold explora essa ideia através de uma criatura pré-histórica com …

Continue reading

“Monamour” começa com uma cena que irá ditar o desenvolvimento da narrativa: sexo. É certo que pôr as coisas desta forma é bastante insípido, contudo, apesar de certos aspectos estéticos serem deveras interessantes ao longo da obra, a verdade é que a nível de profundidade e riqueza de argumento o filme deixa bastante a desejar.