OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Se é verdade que uma das funções da arte é desafiar quem a experiência, é igualmente verdade que muitos não estão predispostos a assistir a filmes cujos temas são altamente perversos. Este é o caso da estreia do austríaco Markus Schleinzer, que partilhou a cadeira de realizador com Kathrin Resetarits para levar “Michael” a concorrer tanto à Palma de Ouro como …

Continue reading

“Elle” (“Ela“), de 2016, é um filme carnal, puro, visual e sem paninhos quentes. É uma obra que nos dá tudo de mão beijada, mas de forma intrigante, na medida em que transparece os mais profundos detalhes da vida de Michèle (Isabelle Huppert), a personagem feminina que dá figura ao título do filme. Soa a …

Continue reading

“Fractured” (2019) é um filme repleto de intelectualidade. Intelectualidade no sentido em que a mente humana é quem brilha, ao lado do actor Sam Worthington – interpretando Ray Monroe, o protagonista – conhecido pelo papel de relevo em “Avatar” (2009), que se confunde na própria atmosfera e amplitude da sua cognição – ou, talvez, mais …

Continue reading

Sem que nada o fizesse prever, “Bound”, ou na sua tradução “Sem Limites“, é uma experiência para a qual pagamos um bilhete e temos a oferta não de um, mas de pelo menos dois bilhetes. Isto porquê? Porque, de uma forma simples e subtil, estamos perante uma obra que aborda o mundo do crime, do …

Continue reading

Um escritor sociopata, uma casa junto a um pântano onde apenas se ouve fauna e flora e um esquema de corrupção montado metodicamente. É esta a proposta da Netflix e do realizador espanhol Marc Vigil, que em parceria com o ator Pedro Alonso procuram capitalizar o reconhecimento que “La Casa de Papel” (2017 – ) trouxe ao intérprete. O thriller …

Continue reading