OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Nota: A crítica foi construída com intenção de não conter spoilers da história de “The Last of Us Part II”. Contudo, pequenos elementos narrativos e de jogabilidade são explorados ao longo do texto. A crítica assume também que o leitor já jogou toda a história do primeiro jogo – “The Last of Us” (2013). I …

Continue reading

O lançamento da PlayStation 5 traz consigo a inauguração de uma nova geração de consolas (partilhada com as novas consolas XBox). Olhando para trás, a sua predecessora PlayStation 4 deixa como legado sete anos de domínio no mercado dos videojogos, com centenas de lançamentos que chegaram a esta consola. Mais de 100 milhões de unidades …

Continue reading

Durante a génese dos videojogos, onde se situam os famosos “Pong“, “Space Invaders” ou “Pac-Man“, estes raramente deixavam o seu utilizador esquecer-se que estava perante uma nova forma de entretenimento, distinta de qualquer outra até então. Era tal a importância atribuída à interatividade que apenas pensar em incluir cutscenes entre níveis como auxílio narrativo seria …

Continue reading

Há poucos acontecimentos tão convidativos para a celebração do que melhor se faz no género de terror como a chegada de mais um Halloween. Por ser um género que se enquadra bem no espírito desta época festiva, são já esperadas reflexões sobre entretenimento relacionado com terror ou partilhas de recomendações. Sem surpresas, OBarrete tem-se mantido …

Continue reading

Existe um bom número de videojogos que esbatem a linha divisória entre jogos e o cinema ou a televisão. Pense-se, por exemplo, no já retratado jogo “Heavy Rain“, uma narrativa interativa que se desenvolve como se fosse um filme à medida que o jogador vai tomando decisões que afetam o enredo. Uma questão que muitas …

Continue reading