OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Este conto é precedido pela história “Ativismo Feminista“ Andreia sempre foi de personalidade forte. Forte demais. Impossível discutir com ela sem levar desvantagem. Bem, pelo menos foi assim até o falecimento da mãe. Foi aí que a coisa mudou de rumo. Filha de Cecília, seus dilemas existenciais percorreram desde a mais tenra idade até a …

Continue reading

Este é a continuação do conto “Estrangeirismo“. Seria muito difícil Márcia não se tornar a pessoa que era. Ativista feminista a partir de uma vida tão sacrificada e nojenta, na parte em que a figura masculina sempre exercia o poder com mãos de ferro, sobre a mãe e sobre ela mesma. Crescera no ambiente truculento …

Continue reading

Este é a continuação do conto da semana passada “Expiação Pública e Raiva“. Nicodemos crescera em uma cidade do interior. Menino pobre, sempre fora excluído dos amiguinhos e das casas das famílias mais abastadas do lugar. Cidade com cerca de três mil habitantes, Nico observou a si mesmo como não pertencente àquele mundo e àquelas …

Continue reading

Antes mesmo de preparar o café para o esposo e seus dois filhos, Deborah ligou o computador e acessou o Facebook. As bolinhas vermelhas das atualizações estavam concorridas: seis mensagens, dez solicitações de amizade e trinta ocorrências que veria a seguir. Voltou a se ocupar do café, fazendo torradas, suco de laranja, colocando na mesa …

Continue reading

“O Quarto em forma de bunker” é a continuação do conto da semana passada, “O Beijo“. Carla possuía cabelos escuros e médios, qualquer maquiagem em tom mais escuro dava a ela uma aparência dark e distante. Silenciosa, perspicaz e observadora, crescera como toda criança de alta classe, apesar de salvaguardada por seu pai que desejava …

Continue reading