OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Asilo pequeno num bairro distante da cidade. Casa com quatro cômodos apenas; por mais que as voluntárias se esforçassem para manter certo ar de dignidade, o lugar cheirava a merda. Campanhas feitas pela associação de bairro, pelos paroquianos e por todos aqueles que sentiam pena, numa espécie de caridade cristã (mas desde que não fosse …

Continue reading

Nota: Escrito por Bernardo Freire, esta história está dividida em duas partes. Uma obra inédita vinda directamente do arquivo do nosso amigo e colaborador. Capítulo I Mais do Mesmo O jantar estava servido e havia poucos eventos que entusiasmavam Raquel como uma refeição de bacalhau com natas. O cheiro reconfortante e a previsão do gosto …

Continue reading

Arthur projetou, batalhou, divulgou e promoveu o seu primeiro café filosófico. No Pátio Savassi, na Leitura, ficou ansioso e na expectativa para a chegada do público naquele primeiro evento. Gregório foi o primeiro a chegar. Andreia chegou com um acompanhante, que vieram a saber depois, era o seu namorado oriundo do encaminhamento do pastor. Ela …

Continue reading

Podem encontrar o terceiro capítulo aqui! Capítulo IV Tudo passava borrado pela janela da carruagem. Cíntia, com seus olhos bem atentos, se acalmava observando a paisagem. Primeiro, surgiram as grandes pradarias costeiras de Asteoidea, com seus dentes de leão iniciando a sua florescência. Logo em seguida mudou-se para as vastas plantações da região do Mato …

Continue reading

Gregório, Nico e Brigitte. Viagens que irão definir objetivos aos nossos três amigos. Na mesma semana em que Brigitte embarcara no Air France para Paris, Nicodemos foi desmascarado em sua farsa. Convidado pela escola em que trabalhava a fazer um intercâmbio em Dublin, saiu com evasiva. — Não posso. Tenho questões familiares a resolver aqui. …

Continue reading