OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Podem ler a primeira parte do trabalho “A Mensagem de Fernando Pessoa” aqui! No caso da filosofia, a vontade de a tudo descobrir, que é seu motor, é uma vontade equivalente à vontade de cruzar o mar. E quando nos deixamos conduzir por ela, é presumível que também aqui aca­bemos descobrindo que o mundo não …

Continue reading

Karl Marx (1818-1883) sentenciou certa feita: “Os filósofos já se cansaram de explicar o mundo. É dada a hora de transformá-lo“. Economista, sociólogo, jornalista e também filósofo, Marx é um destes pensadores intrigantes que quebraram a corrente e fincaram os pés na prática sem, contudo, se abster da teoria. Vamos contextualizar um pouco o seu …

Continue reading

“Da mesma forma como provavelmente não haja, segundo os médicos, ninguém completamente são, também se poderia dizer, conhecendo bem o homem, que não há um só que esteja isento de desespero, que não tenha lá no fundo uma inquietação, uma perturbação, uma desarmonia, um receio de não se sabe o quê de desconhecido ou que …

Continue reading

No outro dia, Gregório estava na sala que fora de Carla e, inspirado, sacou da sua pasta livros do romancista Jonathan Franzen: “As Correções“, “Tremor“, “Liberdade” e “Como Ficar Sozinho“. Perguntado se aquelas obras constavam da lista de livros obscuros do mês, o professor disse que não. Esclareceu que iria dar uma aula sobre a …

Continue reading

“O homem comum, este produto industrial da natureza, tal como esta o apresenta diariamente aos milhares, é incapaz, ao menos de modo persistente, de uma observação em todo sentido inteiramente desinteressada: ele pode dirigir a sua atenção às coisas somente enquanto estas apresentam uma relação qualquer, mesmo que apenas mui mediatizada com a sua vontade” …

Continue reading