OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Auguste Comte (1798-1857) foi um importante filósofo francês e certamente um homem do seu tempo. Nascido e crescido no seio da Revolução Francesa, da Revolução Industrial e a par do Iluminismo que impregnava a Europa à época, formulou uma teoria que visava entender historicamente a sociedade em que vivia e pretendeu dar-lhe um rumo por …

Continue reading

Ele não deixou nada escrito. Não era uma pessoa nada agradável. Não se pautava pelas regras da sociedade. Para dizer a verdade, estava-se cagando e andando para todas as regras. Irónico e extravagante ao extremo, estou a escrever sobre Diógenes de Sínope (413 a. C. – 323 a. C.), um mendigo que vivia em Atenas …

Continue reading

“Pensar frequentemente e não conservar um só momento a recordação do que se pensa, é pensar de maneira inútil” Leibniz Aqui no Barrete já falei de René Descartes (1596-1650), Baruch Spinoza (1632-1677), dos filósofos empiristas ingleses e mais alguns personagens do século XVII. Pois bem, é chegada a hora de convidarmos para a discussão Gottfried …

Continue reading

Baruch de Spinoza (1632-1677) foi a discrição em pessoa. De saúde frágil, falecido aos 44 anos, no pouco tempo em que esteve na Terra fez a diferença. E quanta diferença! Intelectual da mais alta estirpe, pensador nato, pertencia à comunidade judaica ortodoxa de Amsterdão (Países Baixos), cidade onde nasceu, e é certo que a sua …

Continue reading