OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

To view this content, you must be a member of Diogo’s Patreon at $3 or more Unlock with PatreonAlready a qualifying Patreon member? Refresh to access this content.

No dia em que o Brasil bateu o número das 400 mil mortes pela Covid-19 (no momento em que o leitor estiver a ler este texto, possivelmente estaremos com meio milhão de vítimas) assisti a um virologista convidado na Globo News, Atila Iamarino, discorrer sobre os motivos que nos levaram a esse exorbitante número de …

Continue reading

“Só vivo porque posso morrer quando quiser: sem a ideia do suicídio já me teria matado há muito tempo” Emil Cioran Preparem-se para pensamentos melancólicos. Para ideias desconcertantes. Para ideias que nos incomodam. Se forem de natureza macambúzia e com pouco senso de reflexão, sugiro que não se apercebam do filósofo romeno Emil Cioran, que …

Continue reading

“Se nos cai nas mãos um volume, por exemplo, de teologia ou de metafísica escolástica, perguntamo-nos: contém alguma argumentação abstrata sobre a quantidade ou os números? Não. Contém alguma argumentação experimental sobre questões de facto e existência? Não. Então, que seja jogado ao fogo, pois contém apenas sofismas e ilusões” David Hume (1711-1776) foi um …

Continue reading

O texto “Resposta à pergunta que é o esclarecimento” (Aufklärung) (tradução de Raimundo Vier em Textos Seletos, Petrópolis, Vozes, 1985, p. 100-117) de Immanuel Kant, propõe-nos uma questão interessante: o papel da razão foi diferentemente concebido entre franceses (Rousseau e Montesquieu, Condillac e os enciclopedistas); ingleses (Berkeley e Hume); alemães (Wolff, Lessing, Baumgarten, Kant); portugueses …

Continue reading