OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Às vezes, como filósofo e observador do mundo à minha volta, chego à conclusão de que “a natureza humana tende para o mal”, como nas conceções de Santo Agostinho e Kant. Sempre será necessário um esforço para combatermos esse mal, com razão e discernimento e imbuído do sentimento do bem. Nas nossas relações interpessoais, até …

Continue reading

Karl Marx (1818-1883) sentenciou certa feita: “Os filósofos já se cansaram de explicar o mundo. É dada a hora de transformá-lo“. Economista, sociólogo, jornalista e também filósofo, Marx é um destes pensadores intrigantes que quebraram a corrente e fincaram os pés na prática sem, contudo, se abster da teoria. Vamos contextualizar um pouco o seu …

Continue reading

A cada dia que passa estou com a sensação de que a tecnologia está avançando rápido demais. Vou relatar como uma simples estadia num hotel pôde causar-me essa impressão. Se bem que posso aludir a minha lerdeza ao facto de atravessar o Oceano Atlântico, com fuso horário. Chego a Lisboa, ao aeroporto de Portela. Pego …

Continue reading

No outro dia, Gregório estava na sala que fora de Carla e, inspirado, sacou da sua pasta livros do romancista Jonathan Franzen: “As Correções“, “Tremor“, “Liberdade” e “Como Ficar Sozinho“. Perguntado se aquelas obras constavam da lista de livros obscuros do mês, o professor disse que não. Esclareceu que iria dar uma aula sobre a …

Continue reading

Não te lembras do capítulo anterior? Podes lê-lo aqui! Jurema-Brigitte ou Brigitte-Jurema não estava bem. Recorrera ao psiquiatra, atormentada pela fala final do marido, que, educadamente, disse que ela se tratava de uma pessoa fútil. Dopada com Lexotan, reuniu-se com amigas na parte da tarde para tratarem de um bazar beneficente. Como é mister nessas …

Continue reading