OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Há uns meses atrás, assisti ao programa Linhas Cruzadas, da TV Cultura do Brasil: Um dos poucos programas a que assisto, pela amplitude dos temas abordados com as presenças do filósofo Luiz Felipe Pondé e da jornalista Thaís Oyama. Neste em específico, a dupla questionava o mal-estar da contemporaneidade e com brilhantismo relacionaram as análises …

Continue reading

É curioso como certas obras nos caem nas mãos. Certamente fruto de um escambo com um conhecido, trouxe para a minha biblioteca a 27 de abril de 2018 um livro fininho (111 páginas) com um título intrigante, “Escuta, Zé Ninguém” (Livraria Martins Fontes Editora), de Wilhelm Reich (1897-1957). Primeiramente, a expressão “Zé Ninguém” havia-a escutado …

Continue reading

Uma das figuras mais icónicas da História da Humanidade, Sigmund Freud (1856-1939) dispensa apresentações. Mas listarei aqui as suas atribuições até para entendermos a sua complexa rede investigativa: cientista, médico, filósofo, “Pai da Psicanálise”, escritor, neurologista e deslindando, percebemos logo de caras o desejo (quase obsessão) pela fama do jovem Dr. Freud. Com parcos recursos, …

Continue reading