OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Este conto é precedido pela história “Ativismo Feminista“ Andreia sempre foi de personalidade forte. Forte demais. Impossível discutir com ela sem levar desvantagem. Bem, pelo menos foi assim até o falecimento da mãe. Foi aí que a coisa mudou de rumo. Filha de Cecília, seus dilemas existenciais percorreram desde a mais tenra idade até a …

Continue reading

Aqui nas Minas Gerais, Brasil, existe um provérbio que afirma que “devemos tomar o mingau pelas beiradas”. O enunciado é simples: quando nos servem um prato de mingau quente, se dermos colheradas pelas bordas a temperatura estará mais adequada. Assim sendo, tratarei aqui de Gilles Deleuze (1925-1995), filósofo francês, por acreditar que OBarrete, inconscientemente, aplica …

Continue reading

Este é a continuação do conto “Estrangeirismo“. Seria muito difícil Márcia não se tornar a pessoa que era. Ativista feminista a partir de uma vida tão sacrificada e nojenta, na parte em que a figura masculina sempre exercia o poder com mãos de ferro, sobre a mãe e sobre ela mesma. Crescera no ambiente truculento …

Continue reading

Jacques-Marie Émile Lacan nasceu em Paris, a 13 de Abril de 1901, e faleceu na mesma cidade, a 9 de Setembro de 1981. Foi um psicanalista francês com estudos em Medicina, mas que se virou para a Psiquiatria, através de um Doutoramento em 1932. Começou a integrar a Sociedade Psicanalítica de Paris (SPP) em 1934, …

Continue reading

O meio académico filosófico mais tradicional chia quando se depara com escritores que escrevem acerca da vida de um determinado filósofo (neste caso, Arthur Schopenhauer). Particularmente, não acredito haver problemas se levarmos em conta a caracterização de romance e não de biografia. Isso não chega a comprometer nada do legado desses grandes pensadores. Faz até …

Continue reading