OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Existo. É suave, tão suave, tão lento. E leve: dir-se-ia que isso flutua no ar por si só. Mexe-se. São leves toques, por todo lado, toques que se dissolvem e se desvanecem. Suavemente, suavemente. Há uma água espumosa na minha boca. Engulo-a, ela desliza pela minha garganta, me acaricia – e eis que renasce na …

Continue reading

O livro “Camus e Sartre: O polémico fim de uma amizade no pós-guerra” (Editora Nova Fronteira, 2004, 399 p.) de Ronald Aronson, é mais do que uma biografia partidária e mexeriqueira tratando de coisas pequenas. Jean-Paul Sartre (1905-1980) e Albert Camus (1913-1960) foram dois pesos pesados da literatura/filosofia/política francesa no século XX. Dois intelectuais muito …

Continue reading

“Quando uma mulher está perdida, não lhe resta senão arranjar um filho” “A Idade da Razão” O romance “A Idade da Razão” (Abril Cultural, 1972, 367 p.), de Jean-Paul Sartre (1905-1980) é o primeiro da trilogia que se segue com “Sursis” e “Com a Morte na Alma“, tudo perfazendo “Os Caminhos da Liberdade“. Mas a …

Continue reading

Louis-Ferdinand Céline (1894-1961) é um escritor francês muito fácil de se detestar. Rotulado de mau-caráter, antissemita e colaboracionista quando da invasão da França pelos nazis, o seu livro mais conhecido é “Viagem ao fim da Noite“. Foi na Livraria do CCBB de Belo Horizonte que adquiri a obra alvo desta crítica. Publicada pela Companhia das …

Continue reading

Estive pensando um pouco além das preocupações diárias (que já são muitas) sobre o que ainda nos pode surpreender. Terminei à pouco a leitura de um livro, “Pós-verdade: a nova guerra contra os fatos em tempos de fake news“, onde opina o jornalista britânico Matthew D’Ancona (2018) acerca das ondas políticas que impactam a contemporaneidade …

Continue reading