OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

A cada dia que passa estou com a sensação de que a tecnologia está avançando rápido demais. Vou relatar como uma simples estadia num hotel pôde causar-me essa impressão. Se bem que posso aludir a minha lerdeza ao facto de atravessar o Oceano Atlântico, com fuso horário. Chego a Lisboa, ao aeroporto de Portela. Pego …

Continue reading

“Todo o solo é plantado e um rio corta o vale. As árvores são verdes e estão cheias de frutas, as heras entrebordadas de flores e tudo é cheio de perfume como em Castela no mês de abril. É tão ameno o canto dos rouxinóis quanto o clima, e de todos os lados se ouvem …

Continue reading

Para quem não conhece uma das alegorias mais famosas de sempre – “A Alegoria da Caverna“, criada por Platão –, fica a explicação: Platão quis mostrar como a nossa vida é igual a estar acorrentado numa gruta, forçados a observar sombras (ilusões) da realidade. Nesta alegoria, um grupo de prisioneiros está preso numa caverna desde …

Continue reading

Quando em 1876 o senhor Graham Bell patenteou aquilo a que viria-mos a chamar de telefone, não imaginava nos seus melhores devaneios que iríamos ter a possibilidade de passear com um no bolso e estabelecer uma ligação instantânea de qualquer parte do planeta. Ainda antes de “Blade Runner“, também no decorrer da missão “Apollo”, que …

Continue reading

Francisco encontrava-se em Olomouc, na República Checa, e toda a sua história de vida daria uma bela trama kafkiana. Estudante de Filosofia residente em Berlim, saíra da capital alemã aos 23 anos após concluir a graduação apenas. Dera um tempo na vida académica e passara os seus últimos seis meses enfronhado numa narrativa romanceada sobre …

Continue reading