OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Nestes dias nevoentos, há fantasmas por toda parte. São aparições que causam susto, presenças que trazem sofrimento, sombras que se aproximam, alucinações coloridas em halos que se decompõem aos poucos, numa luz lilás e complexa. Em Londres, eles andam soltos pelos castelos, nascidos das intrigas reais que terminaram em morte. Aquele monge, outrora aprisionado numa …

Continue reading

Geralmente, numa cerimónia dos Óscares, o grande público aposta nos filmes favoritos, nos atores e muitas mulheres ficam de olho nos vestidos que as atrizes usarão para a festa de cerimónia, exceto a deste ano, virtual pelos motivos óbvios. Há aqueles que fazem apostas, estouram a pipoca e ficam à frente da TV a acompanhar …

Continue reading

Era inverno quando chegamos à fronteira seca, que separa Ponta Porã de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Uma cerração vaporosa tomou conta da avenida como se nuvens se aproximassem do solo frio. A neblina desceu sobre a serra embaçando a nossa vista. As formas tornaram-se vagas, obscuras, embora lâmpadas amarelas estivessem acesas. Por ali um …

Continue reading

“A Swedish Love Story” podia resumir-se a um drama adolescente que nos faz recuar ao passado e desejar que esses anos nunca tivessem acabado, que a vida realmente era bem mais simples, mas estaria a ser injusto à mestria do realizador sueco Roy Andersson. Ao contrário de certas recomendações acerca deste realizador, comecei esta minha …

Continue reading

“Espantosamente, a paralisia cerebral de Tito, para mim e para a Anna, em momento algum representara um motivo de dor. Espantosamente, a paralisia cerebral de Tito, para mim e para a Anna, em momento algum representara um peso. Aos sete meses, Tito era apenas uma pessoa que amávamos” Emocionante! Este foi o meu sentimento ao …

Continue reading