OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Antes de mais nada, quero agradecer aos leitores do Barrete pela enorme repercussão advinda do meu artigo sobre o livro “Minha Luta“, de Adolf Hitler. Não é indiferença minha, apenas não tenho tempo para responder a todos os meus leitores, mas quero ressaltar a correção feita por um que me corrigiu um erro de informação. …

Continue reading

Ao início podemos achar que vamos ver um documentário que retrospetiva a história do estilo de música punk em Inglaterra, mas é um pouco mais abrangente que isso. Graças a essa vertente mais híbrida, “White Riot”, realizado por Rubika Shah, é um documento com mais peso político do que propriamente musical. Com muito arquivo da …

Continue reading

Certa vez, um leitor perguntou-me o motivo das empresas de materiais desportivos serem aficionadas por listras. Tenho um conjunto da Adidas e sim, lá estão elas, tanto na calça quanto na blusa. No filme, em português, “Duelo de Irmãos: A História de Adidas e Puma” (Alemanha, 2016, 1 hora e 55 minutos, drama biográfico) com …

Continue reading

A filósofa judia, radicada na Alemanha, Hannah Arendt (1906-1975) é uma importante pensadora que viveu toda a loucura do nazismo, no antes, durante e depois, e tem muito a dizer-nos ainda hoje, em tempos de tentativas autoritárias de governos inescrupulosos e medíocres.

O livro “Camus e Sartre: O polémico fim de uma amizade no pós-guerra” (Editora Nova Fronteira, 2004, 399 p.) de Ronald Aronson, é mais do que uma biografia partidária e mexeriqueira tratando de coisas pequenas. Jean-Paul Sartre (1905-1980) e Albert Camus (1913-1960) foram dois pesos pesados da literatura/filosofia/política francesa no século XX. Dois intelectuais muito …

Continue reading