OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Já contei que, aos quinze anos de idade, tirei o pau para fora das calças e toquei uma punheta num ónibus da linha 107, vindo de Nova Iorque?” “O Complexo de Portnoy” (Companhia de Bolso, 237 p.) de Philip Roth é um destes livros que vieram para incomodar. Publicado em 1969 nos Estados Unidos, o …

Continue reading

Louis-Ferdinand Céline (1894-1961) é um escritor francês muito fácil de se detestar. Rotulado de mau-caráter, antissemita e colaboracionista quando da invasão da França pelos nazis, o seu livro mais conhecido é “Viagem ao fim da Noite“. Foi na Livraria do CCBB de Belo Horizonte que adquiri a obra alvo desta crítica. Publicada pela Companhia das …

Continue reading

José de Sousa Saramago, neto de camponeses, nasceu na Azinhaga, no Ribatejo, foi serralheiro mecânico e subdirector do Diário de Notícias, e é o nosso único Nobel da Literatura da história. Mas, uma das coisas mais fascinantes a constatar nele é o facto de só ter começado a escrever de forma independente a partir dos …

Continue reading