OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Este ano redondo viu morrer dois ilustres pensadores e de modo trágico: enquanto Friedrich Nietzsche se despedia do mundo pela sífilis e loucura, Oscar Wilde, nascido em 1854, num quarto ordinário de pensão em Paris, falecia tendo um enterro como indigente e pouco sabiam ambos que teriam seus nomes eternizados pela história das letras e …

Continue reading

“Desprovido tanto de desejos quanto de razões para viver (seriam equivalentes os dois termos?, era uma questão difícil, não tinha uma opinião formada a respeito), eu mantinha o desespero num nível aceitável, pode-se viver em estado de desespero, aliás a maioria das pessoas vive assim, mas de vez em quando se perguntam se não podem …

Continue reading

As pessoas me questionam muito acerca da atividade de filósofo. Ainda bem que aquele cliché do filósofo ser um cara descabelado, com óculos fundo de garrafão e meio alheio às coisas práticas da vida caiu em desuso. Para quem consegue enxergar para além dos clichés, é importante elencar o filósofo como um pensador sobre problemas …

Continue reading

Da brilhantíssima mente irlandesa de Oscar Wilde nasceu “The Picture of Dorian Gray” (“O Retrato de Dorian Gray“), uma obra clássica e incomparável, repleta de personagens intensas e irreverentes, cujas histórias nos colocam no abismo de nós mesmos. No entanto, para entender ou sequer apreciar verdadeiramente as palavras desta história de encantadores horrores, é imprescindível …

Continue reading