OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Já contei que, aos quinze anos de idade, tirei o pau para fora das calças e toquei uma punheta num ónibus da linha 107, vindo de Nova Iorque?” “O Complexo de Portnoy” (Companhia de Bolso, 237 p.) de Philip Roth é um destes livros que vieram para incomodar. Publicado em 1969 nos Estados Unidos, o …

Continue reading