OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Nesses tempos de pandemia, um livro ganhou destaque e retornou às listas dos mais vendidos no mundo. “A Peste” (“La Peste“, em francês) é um dos melhores romances de Albert Camus (1913-1960), expoente daquilo que se convencionou denominar corrente existencialista, que teve em Jean-Paul Sartre (1905-1980) outro de seu ícone. Diferentemente do existencialismo ateu de …

Continue reading

Desde que assistiu ao filme “Contágio” (2011), realizado por Steven Soderbergh e que conta com a participação de Matt Damon, o filósofo entendeu a premissa básica: lendo um comentário do realizador à época, acerca da inevitabilidade da pandemia, não seria o caso de se perguntar se haveria a doença, mas quando. Assim, o filósofo ficou …

Continue reading

“Fui colocado a meio caminho entre a miséria e o sol.” – Albert Camus, escritor franco-argelino (1913-1960) Diferente de Camus, irei abordar nesta crónica o Astro-Rei e a temporalidade e tudo que se manifestou em mim de forma simples. Numa das comunicações com o editor de OBarrete, Diogo Passos, ele havia afirmado que aproveitara a …

Continue reading

Nuno Lopes nasceu a 6 de Maio de 1978, em Lisboa. É um dos actores mais reconhecidos em Portugal, e que começa a ganhar o seu destaque internacionalmente. Formou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa e, a complementar a sua carreira como actor, no decorrer do seu percurso formativo, adquiriu competências a …

Continue reading

Neste clima onde todas as gravações pararam por causa desta situação pandemónica, em que situação fica a sétima arte? Apesar de tudo, este regime incentivou – não havia alternativa – a população a “consumir” conteúdo cinematográfico “antigo”. Tudo isto, portanto, surgiu como uma oportunidade de reflexão, de caminho espiritual, de encontro (do Eu com a …

Continue reading