OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Pensar frequentemente e não conservar um só momento a recordação do que se pensa, é pensar de maneira inútil” Leibniz Aqui no Barrete já falei de René Descartes (1596-1650), Baruch Spinoza (1632-1677), dos filósofos empiristas ingleses e mais alguns personagens do século XVII. Pois bem, é chegada a hora de convidarmos para a discussão Gottfried …

Continue reading

“Se nos cai nas mãos um volume, por exemplo, de teologia ou de metafísica escolástica, perguntamo-nos: contém alguma argumentação abstrata sobre a quantidade ou os números? Não. Contém alguma argumentação experimental sobre questões de facto e existência? Não. Então, que seja jogado ao fogo, pois contém apenas sofismas e ilusões” David Hume (1711-1776) foi um …

Continue reading

Ao longo dos meus artigos filosóficos panorâmicos, podem ter percebido a ênfase que dou à dita Civilização Ocidental e, no tocante à Filosofia, é mister aventarmos que ela é notadamente europeia. Dois milénios e meio do dito pensamento racional surgiu em solo europeu e agora é chegada a hora de aventarmos a um cisma que …

Continue reading

Umberto Eco, estudioso do fenómeno literário e estético, autor consagrado, transformou-se de um momento para o outro numa figura de primeiro plano da Literatura Mundial. Na base deste êxito, um romance: “O Nome da Rosa“, que publica aos 48 anos. Este seu primeiro romance vendeu um milhão de exemplares em Itália. Em Portugal, a primeira …

Continue reading