OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Existe um bom número de videojogos que esbatem a linha divisória entre jogos e o cinema ou a televisão. Pense-se, por exemplo, no já retratado jogo “Heavy Rain“, uma narrativa interativa que se desenvolve como se fosse um filme à medida que o jogador vai tomando decisões que afetam o enredo. Uma questão que muitas …

Continue reading

Há uma família de jogos particularmente interessante de ser falada e que se situa num género a que se dá muitas vezes o nome de “narrativas interativas” (à falta de um nome melhor). Ainda que não haja um modelo estrutural para a categoria de jogos, é possível traçar algumas características que são habituais à maioria …

Continue reading

Não tivesse “Uncharted: The Lost Legacy” sido lançado como jogo independente e não mereceria mais do que uma nota de rodapé quando se falasse em “Uncharted 4“. O plano inicial seria o de lançar o quinto jogo da saga como um DLC (ao jeito do que a Naughty Dog fez com “Left Behind“, a extensão …

Continue reading

É comum na área dos videojogos o desenvolvimento de um jogo ser conturbado, cheio de desafios, mudanças de calendários e de funcionários forçados a fazer horas extras. Não é raro o caso em que o processo de criação do jogo tenha sido mais complexo que o jogo em si. Nesse campeonato de processos criativos agitados, …

Continue reading

Como se fosse o acontecimento mais trivial do mundo, “Uncharted 3: Drake’s Deception” chegou a toda a comunidade gamer no final de 2011 para a PlayStation 3, dois anos depois do mundialmente aclamado “Uncharted 2“. Tal como na primeira sequela, o ciclo de desenvolvimento durou um par de anos e o jogo foi lançado no …

Continue reading