OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Asilo pequeno num bairro distante da cidade. Casa com quatro cômodos apenas; por mais que as voluntárias se esforçassem para manter certo ar de dignidade, o lugar cheirava a merda. Campanhas feitas pela associação de bairro, pelos paroquianos e por todos aqueles que sentiam pena, numa espécie de caridade cristã (mas desde que não fosse …

Continue reading