OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Algumas vezes, desde que começara a viver livremente, Abel perguntara a si mesmo: ‘Para quê?’. A resposta era sempre clara e também a mais cómoda: ‘Para nada’. E se o pensamento insistia: ‘Não é nada. Assim não vale a pena’, acrescentava: ‘Deixo-me ir. Isto há de ir dar a algum lado’. Bem via que ‘isto’, …

Continue reading

“Raimundo Silva tem por aí alguns conhecidos que uma vez por outra lhe telefonam, e já sucedeu que tal ou tal mulheres sentiam ou fingiam uma necessidade de falar-lhe e ouvi-lo, mas esses são casos do passado que no passado ocorreram e no passado se deixaram ficar, vozes que se dele viessem agora seriam como …

Continue reading