OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Passados quatro anos de “Os Oito Odiados” (2015), o novo filme de Quentin Tarantino, “Era Uma Vez em… Hollywood“, chega numa altura em que já tínhamos saudades do realizador. Esta película teve uma ovação de sete minutos em Cannes, o que fazia antever uma obra, no mínimo, sagaz e paradigmática (q.b.).

“A Árvore da Vida” é um filme que respira natureza: é uma lufada de tempo, espaço, passado, presente e futuro. Lento, muito lento, eis uma narrativa que vai caminhando sem lógica, com sentimento, mas que inicia de forma prolífica o desenrolar com monólogos e invocações a um Deus. Critica-se fundamentalmente o propósito do filme. A …

Continue reading

Sei que 2019 foi um excelente ano para o cinema quando reparo nos filmes que ficaram de fora da lista final. Entre os quais a biografia de Elton John, “Rocketman“, que foi realizada com distinção por Dexter Fletcher, ou até mesmo “A Herdade“, um dos melhores filmes portugueses dos últimos anos que tive o prazer …

Continue reading

“Ad Astra” é um filme muito poderoso, um filme que trabalha com o sentimentalismo e com a verdade humana. Um facto muito importante é o passado nos “atormentar”: estará sempre presente mesmo que o ignoremos, mesmo que o ponhamos para trás das costas, ou seja, o passado é, muitas vezes, o nosso presente e determinará …

Continue reading