OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“Candyman” (1992) conta a história de Helen (Virginia Mardsen), uma estudante dedicada a entender as chamadas “lendas urbanas modernas”, que está a construir uma pesquisa científica para perceber como é que o imaginário social contribui para estimular, precisamente, essas lendas. No desenvolvimento da sua tese, ela começa a ganhar interesse sobre um mito em particular, …

Continue reading

“Candyman” (1992), de Bernard Rose, estreou numa temporada fatídica para o cinema slasher. Depois de duas décadas onde deu cartas, o subgénero tropeçou no fosso das sequelas derivativas e da qualidade diminuta. O ponto de viragem deste declínio profundo é tradicionalmente apontado a “Gritos” (1996), de Wes Craven – que incorporou a comédia negra e …

Continue reading