OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

O livro “Ecoar de Um Passado”, do jovem mineiro Wender Randolfo (Plus + Editora, 166 páginas), é um livro intrigante e aponta para um mundo pós-apocalíptico. Já na orelha o texto promete, cito:

Após o grande sucesso do último trabalho fotográfico realizado na inabitada cidade de Chernobyl, o que lhe rendeu o Prémio Pulitzer, Spencer Jones é novamente indicada para uma sessão de fotografia numa cidade localizada além das montanhas do Sul. Incomodada com a possibilidade de se distanciar da família, ela decide levar o seu marido e os seus filhos. No entanto, um misterioso e imprevisível acontecimento durante a viagem faz com que o seu destino, assim como o de toda a humanidade, mude totalmente.

Ler mais

Tal como os traumas vêm nas mais variadas formas e feitios, o mesmo acontece com os mecanismos que utilizamos para os enfrentar. Na magnífica estreia da cineasta britânica Rose Glass, o choque é confortado com o fanatismo religioso. Tema que está premente no núcleo do drama horripilante “Saint Maud”. Um estudo de personagem que observa com devoção uma jovem mulher que leva a cabo uma epifania até às últimas consequências. Uma obra fílmica que será, certamente, à prova do tempo.

Ler mais

O filme “O Rei da Polca” título em português, realizado por Maya Forbes, conta com os atores Jack Black, Jenny Slate, Jason Schwartzman e Jacki Weaver, é-nos envelopado como comédia, mas percebi tratar-se mais de um drama por contar uma história real, que foi convertida para o grande ecrã em 2017. Está disponível na plataforma de streaming Netflix.

Ler mais

“Contratiempo”, filme espanhol de 2016, é produzido por Oriol Paulo, com os atores Mario Casas, Bárbara Lennie, José Coronado e Ana Wagener. Com uma duração de aproximadamente 1h50min, este suspense policial irá deixar o espetador pregado ao sofá, sem piscar os olhos. Esta longa-metragem está disponível na Netflix.

Ler mais

Desde o seu começo, “Concrete Genie” dá nas vistas por causa da sua aparente simplicidade. O jogo inicia-se com Ash, um jovem sempre acompanhado pelo seu caderno de rabiscos. Ash vagueia regularmente pela cidade costeira de Denska, onde nasceu, que se encontra deserta e abandonada devido à poluição. Pouco após o início do jogo, um grupo de jovens bullies roubam o caderno do nosso personagem, rasgando todas as páginas, que se espalham pela cidade. A narrativa principal inicia-se quando Ash, em busca das suas páginas perdidas, encontra um pincel mágico, capaz de dar vida às suas criações (a que o jogo atribui o nome de genies).

Ler mais