OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Apesar de todo o talento do cineasta inglês Ridley Scott, com um sentido de fotografia e arte notável, muitos dos seus filmes são aceitáveis. Pior, alguns são realmente horríveis, como “G.I. Jane – Até ao Limite” (1997), “1492: Cristóvão Colombo” (1992) ou “Prometheus” (2012), pois são filmes que deixam marcas e não pelas razões certas. …

Continue reading

É, sem qualquer dúvida, um dos estilos cinematográficos mais apreciados pelos fãs de cinema, os épicos. Seja pela grandiosidade dos cenários, seja pela temática centrada em grandes figuras da história ou apenas pelo efeito visual que normalmente estes filmes nos proporcionam, os épicos têm vindo a marcar a história do cinema ao longo das décadas. …

Continue reading