O BARRETE

Porque A Arte Somos Nós

No espetro do cinema de animação, equilibrar a razão e a emoção sempre foi particularmente desafiante. Apelar demasiado ao lado esquerdo do cérebro não resulta numa experiência cativante para os infantes, por outro lado, pecar pela exclusividade do entretenimento proporciona um tempo pouco estimulante para o público mais graúdo. A obtenção deste ponto de equilíbrio …

Continue reading