OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

viva o rock brasileiro #4

Lado A

Independência

Autoridades

Palavras ao vento

Por que nós não ficamos juntos?

Arrepio

Lado B

Espelho no elevador

Fantasmas

Descendo o rio Nilo

Prova

Vem bater no meu tambor

Se “Sexo!!” foi o primeiro LP que ganhei, “Independência” foi o primeiro que comprei, empenhando quase a metade o meu meio salário mínimo que ganhava como atendente de lanchonete. 1987 no Brasil permitia a garotos de 13 anos trabalhar em turnos de oito horas. Mas não podíamos ir a shows noturnos, vá-se entender.

Comprei o LP pelo facto da minha prima não o possuir. Meses depois, fui para o retiro na zona rural levando na bagagem este e o do Ultraje. Os Capital Inicial tinham na sua formação Dinho Ouro Preto (voz), Loro Jones (guitarras), os irmãos Lemos (Fê na bateria e Flávio no baixo) e Bozzo Barretti (teclados). Independência é uma música típica para ser um hit. Fala sobre relacionamento amoroso e apregoa que o melhor é o par que acredita na distância entre eles. Autoridades tem um quê de denúncia social e é uma das que mais gosto. A letra vai assim:

Vou denunciar autoridades incompetentes

Eu vou denunciar autoridades incompetentes

Eu quero antes te dizer

Ninguém sabe o que pode te acontecer

Eu quero antes te dizer

Ninguém sabe o que pode te acontecer

Vou denunciar autoridades incompetentes

Eu vou denunciar autoridades incompetentes

Ameaça aos privilégios

Você será detido encostado na parede

É a ordem no progresso

Um jogo imoral

Que não mede consequências

Autoridades incompetentes

Acham que vocês não passam de fantoches

Capa do álbum “Independência”, lançado em 1987 pela banda brasileira Capital Inicial

Bonecos para brincar

Bonecos para brincar

Autoridades incompetentes

Sabem que vocês estão em fila

E a fila não incomoda

A fila não incomoda

A fila não incomoda

A fila não incomoda

Autoridades incompetentes

Acham que vocês não passam de fantoches

Bonecos para brincar

Bonecos para brincar

Autoridades incompetentes

Sabem que vocês estão em fila

E a fila não incomoda

A fila não incomoda

A fila não incomoda

A fila não incomoda

O disco traz boas baladas pop e até românticas, como Prova; Por que nós não ficamos juntos? e Arrepio. Descendo o rio Nilo é excelente na sua pegada mais rock e essa banda de Brasília no seu segundo disco confirma o seu status, por mais que tenha sido contraditório este sucesso: 170 mil álbuns vendidos, mas a crítica especializada não se empolgou muito. A performance dos Capital nos concertos era elogiada e quando estiveram na minha cidade, mais uma vez não pude comparecer. Uma das canções e letras mais bacanas e, por que não afirmar filosófica, é Espelho no Elevador, e é assim:

Agora é você contra a multidão

Mas não se assuste se não for tão fácil

Você vai ter que demonstrar

Vai ter que provar a diferença

E por enquanto daqui de cima

Vocês parecem todos iguais

Quem tenta ser diferente

Apenas fica igual a todo mundo

Quem tenta ser diferente

O modelo na TV é tão sedutor

Mais parecendo com o que você é

Não vale tanto assim

Fê Lemos, Flávio Lemos, Loro Jones, Bozzo Barretti e Dinho Ouro Preto: os Capital Inicial em 1987

Então você muda de cor

E pensa dessa vez você acertou

Mas que chato encontrar um vizinho

Vestido igual a você no elevador

Quem tenta ser diferente

Apenas fica igual a todo mundo

Quem tenta ser diferente

Quem tenta ser diferente

Apenas fica igual a todo mundo

Quem tenta ser diferente

Quem tenta ser diferente

Apenas fica igual a todo mundo

Quem tenta ser diferente

Analisando em retrospetiva, confesso que foi interessante esta imersão nos dois LPs, contrastando com a enorme quantidade de informações e possibilidades que possuímos atualmente, tudo ao alcance de um clique. Penso que olhamos para tudo, mas não nos apercebemos de nada, pois a nossa atenção não consegue ficar concentrada. Esse período na roça foi interessante para inocular em mim ainda mais o espírito crítico. Era dada a hora de regressar à cidade. Ouço o LP “Independência” não com saudosismo, mas com a convicção de uma época em que a música era proposta com qualidade.

Marcelo Pereira Rodrigues

Se queres que OBarrete continue ao mais alto nível e evolua para algo ainda maior, é a tua vez de poder participar com o pouco que seja. Clica aqui e junta-te à família!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: