OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

“A Night of Horror – Nightmare Radio”, Oliver Park, Jason Bognacki, A.J. Briones, Joshua Long, Sergio Morcillo, Adam O’Brien, Luciano Onetti, Nicolás Onetti, Pablo S. Pastor, Matthew Richards (2019) – Rod, um apresentador de rádio com um programa com histórias de terror, vai desfiando as suas favoritas para os ouvintes, mais ou menos assustados. Quando ouve uma criança a pedir ajuda, as coisas complicam-se. Presentemente não há melhor meio de garantir a apresentação de curtas fantásticas do que uni-las à volta de uma história só. Assim é este filme, com excelentes e muito assustadoras curtas metragens, vindas de nomes já com provas dadas.

Trailer

“Deathcember”, Alyosha Saari, Ama Lea, Andreas Marschall, Annika Marx, Bj Colangelo + Zach Shildwachter, Bob Pipe, Dominic Saxl, Florian Frerichs, Isaac Ezban, Jason A. Rostovsky, John Cook Lynch, Julian Richards, Jurgen Kling, Lazar Bodroza, Lee Sang-Woo, Lucky Mckee, Michael Varranti, Milan Todorovic, Pollyanna Mcintosh, Rémi Fréchette, Ruggero Deodato, Sadrac González-Perellón, Sam Wineman, Sonia Escolano, Steve De Roover, Trent Haaga, Vivienne Vaughn (2019) – Organizado como um calendário do advento, com um brilhante filme a unir tudo, esta obra contém 26 curtas-metragens, todas elas em redor do tema do Natal e vindas de vários países. “Deathcember” é um repositório de inúmeros medos e lendas relacionadas com a época natalícia, organizado entre outros por Ivo Scheloske que já visitou o festival em 2007. Note-se ainda a presença de um clássico realizador do Fantástico, Ruggero Deodato, e do realizador Julian Richards – que o Fantasporto homenageia este ano.

Trailer

“40 Anos de Fantasporto”, Isabel Pina (2020) – Celebrando os 40 Anos do Fantasporto, a realizadora Isabel Pina relembra os anos passados, o turbilhão do público, a relevância dos convidados, as caras habituais da equipa, os participantes e jornalistas, os projeccionistas e os casos de um festival. Revisitando intensivamente a história do evento, Isabel Pina entrevistou dezenas de pessoas ligadas ao festival, desde os fundadores Mário Dorminsky e Beatriz Pacheco Pereira, aos realizadores e profissionais que no evento iniciaram as suas carreiras no evento e vai a lugares como o Café Luso, onde o festival foi fundado. Uma viagem pelo que a memória conserva e porque o Festival de Cinema do Porto se tornou conhecido no mundo inteiro. É considerado o maior festival de cinema em Portugal, e reconhecido a nível internacional como um dos mais importantes a nível mundial. Ao entrar na sua 40.ª edição, este trabalho visa relembrar alguns dos momentos mais marcantes da sua vida.

Estas são apenas mais algumas sugestões de filmes e categorias que podemos encontrar na riqueza da programação do Fantasporto 2020. Para mais informações, como horários de sessões e muitas, mas muitas mais obras cinematográficas, visitem o site do Festival: AQUI

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: