OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Ecos distantes

Revelando as profundezas do obsuleto,

Trazendo consigo as respostas

Do jovem que perdeu o amuleto.

Abandonado e deixado,

Jovem, quem és tu?

Que viste tua avó morrer

E continuas a sofrer.

Perdido aqui, perdido além,

Não queres a ajuda de ninguém.

Quem te viu e quem te vê,

Não percebo porquê,

Que quem te amou

E deixou,

Consigo a tua alma levou.

Diogo Passos

Pintura de Vincent Van Gogh, “Homem Velho com a Cabeça em Suas Mãos” (1890)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: