OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Neste décimo nono podcast, Bernardo Freire, Diogo Passos e Tiago Ferreira voltam à conversa para uma emissão especial! Com o tema do terror em foco, este “Especial Halloween” é composto por três filmes! O primeiro, “Night of the Living Dead” (1968), realizado por George A. Romero, o segundo “Nosferatu: Phantom der Nacht” (1979, realizado por Werner Herzog, e por fim “Raw” (2016), este último com a realização ao encargo de Julia Ducournau. Os dois primeiros filmes são analisados já com spoilers, sendo que o último, “Raw”, é uma discussão sem revelações – a crítica a este filme estará brevemente disponível.

Os dois primeiros filmes revelam duas histórias dramáticas e com as míticas “criaturas” do terror – zombies e vampiros -, sendo que “Night of the Living Dead” tem uma importância histórica na Sétima Arte, sendo o principal impulsionador do género. Já “Nosferatu: Phantom der Nacht” tem uma abordagem mais contemplativa ao conto clássico do Conde Drácula, originalmente criado pelo escritor Bram Stoker. Duas peças essenciais para todos os curiosos pelo género. Já “Raw” é um terror mais “pés na terra”, jogando com mais elementos da psique humana e espoletando sensações de repulsa e trauma. Um bom banquete para esta época terrorífica em que vivemos!

Podem ouvir o Podcast através das plataformas em baixo referidas e comentem a dizer o que acharam do filme (se o viram), deixando também as vossas sugestões!

iTunes: https://podcasts.apple.com/pt/podcast/19-night-living-dead-nosferatu-vampyre-raw-especial/id1527324675?i=1000496460337

Anchor: https://anchor.fm/obarrete/episodes/19—Night-of-the-Living-Dead-Nosferatu-the-Vampyre-Raw-ESPECIAL-HALLOWEEN-elilgu

Podem ler as críticas de “Night of the Living Dead” aqui, e a de “Nosferatu: Phantom der Nacht aqui!

Recomendações

Se queres que OBarrete continue ao mais alto nível e evolua para algo ainda maior, é a tua vez de poder participar com o pouco que seja. Clica aqui e junta-te à família!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: