OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Lançado em 1985, o “Super Mario Bros.”, não apenas revolucionou a NES (Nintento System Entertainment), como também é hoje um dos melhores e mais influentes videojogos de todos os tempos. Naquela época, a indústria dos videogames estava a enfrentrar uma recessão massiva devido à perda do controlo de publicação e da concorrência de computadores pessoais, mas a indústria ressuscitou graças ao “Super Mario Bros.”, que vendeu mais de 40 milhões de unidades durante aproximadamente trinta anos. Desde o seu lançamento, Mario transformou-se num franchising de sucesso e o principal personagem da Nintendo.

Além do impacto do jogo, a banda sonora era uma preocupação na época. O designer de som da Nintendo, Koji Kondo, compôs a música do jogo principalmente para atrair atenção, não necessariamente para aprimorar ou melhorar a imersão virtual. No entanto, devido ao ritmo acelerado do jogo, Kondo teve que reorganizar a música para se encaixar na perfeição no timing dos vários níveis. Hoje, Kondo lista os temas de “Super Mario Bros.” e “The Legend of Zelda” como os seus favoritos.

Esta banda sonora consiste principalmente em faixas curtas de 8-bits que ocorrem como tema de segundo plano ou quando um nível é concluído, por exemplo. No entanto, quase todas as faixas são divertidas e memoráveis. Centrando nos temas principais, Running About, também conhecido como Super Mario Bros. theme e Underworld são definitivamente as faixas mais conhecidas do jogo, mesmo usadas em jogos anteriores de Mario.

Koji Kondo

Estas têm um papel definitivo no jogo, a primeira cria a sensação de divertimento e alegria, visto que Mario tem toda uma aventura pela frente; a segunda, cheira de mistério e suspense, encaixa-se no mundo subterrâneo que o protagonista tem de enfrentar. Além disso, temos Bowser’s Castle, uma ótima faixa que aparece no nível final de cada World, estabelecendo um clima mais assustador no duelo contra o seu arqui-inimigo Bowser.

Por outro lado, Swimming Around não é tão memorável, tornando-se irritante em caso de falha em completar o nível. Curiosamente, os níveis que envolvam estar debaixo de água são uma espécie de maldição nos vídeosjogos, visto que a lentidão de movimentos é o principal factor para a perda daquela arte presente no mundo virtual.

Em suma, a música de “Super Mario Bros.” é um clássico, pena a curtíssima duração de apenas sete minutos, que não representa claramente o melhor do compositor japonês. Mas esta banda sonora será sempre lembrada como um arquivo da música feita em 8-bits e o principal trabalho musical que ganhou vida fora do videojogo.

Pode ser nostálgico para aqueles que jogaram o jogo na altura e uma descoberta fantástica dos velhos sons do Super Mario. Quanto a mim, enquanto criança gostava muito do jogo, sendo que o tema principal ficou na minha cabeça desde então.

João Filipe

Rating: 3 out of 4.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: