O BARRETE

Porque A Arte Somos Nós

Se por um lado podemos apelidar Ludwig van Beethoven de uma mente brilhante, a verdade é que ele era, também, violento, depressivo e anti-social, algo que era visível no facto de não se conseguir relacionar com as pessoas para as coisas básicas do dia-a-dia. Contudo, chegou aos corações do mundo inteiro através da música: uma …

Continue reading