OBarrete

Porque A Arte Somos Nós

Às vezes sinto que poderias ser tu.

Que devias.

Ser tu.

Depois lembro-me…

Se fosses,

ficavas.

Se fosses,

era eu,

também.

Às vezes gostaria que fosses tu.

Queria, até.

Depois lembro-me…

Se fosses,

estavas aqui.

E não estás.

Por isso,

não podes ser,

tu.

Annie Lune

Pintura de Pablo Picasso, “Jacqueline com flores” (1954)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: